Cisto cutâneo gigante em um cão infectado por Cercopithifilaria bainae

Resumo do Artigo

Cercopithifilaria bainae é a espécie de filarioides mais prevalente dentro do gênero. Este parasita localiza-se na pele, às vezes causando dermatite eritematosa. Neste estudo, os autores descrevem um caso de cisto cutâneo gigante em um cão infectado por Cercopithifilaria bainae. Um cão macho de 9 anos, sem raça definida, foi levado a uma clínica veterinária em Dourados, Mato Grosso do Sul (Centro-Oeste do Brasil) com uma massa na região lumbossacral. No exame clínico, observou-se que a massa tinha aproximadamente 15 cm de diâmetro, com consistência flutuante e presença conspícua de fluido viscoso; no entanto, a lesão não era ulcerada nem aderente. O exame citológico revelou a presença de celularidade moderada de linfócitos e macrófagos espumosos, eritrofagocitose e presença de numerosas microfilárias. Após análise morfológica e molecular do gene RNA ribossomal 12S, as microfilárias foram identificadas como C. bainae, exibindo 99–100% de identidade com sequências de DNA disponíveis no Genbank. A cirurgia foi recomendada e, após a ressecção do cisto gigante, o cão foi tratado com ivermectina por duas semanas e a condição clínica foi completamente resolvida. Com base na presença de microfilárias no fluido do cisto, discutiu-se o papel desse filarioide na determinação da lesão.

Leia o Artigo Completo no Site Oficial: Clique Aqui

Autor(a) deste post:

Compartilhe este post

Artigos Recentes:

Você também pode gostar de: