Cinomose Canina: Entenda mais sobre esta doença altamente contagiosa e saiba como preveni-la

Cinomose-Canina-Entenda-mais-sobre-esta-doença-altamente-contagiosa-e-saiba-como-preveni-la

A cinomose canina é uma doença infecciosa grave e altamente contagiosa causada por um Morbillivírus, pertencente à família Paramyxoviridae. Neste artigo, abordaremos alguns tópicos importantes relacionados a essa doença, incluindo epidemiologia, transmissão, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção.

Epidemiologia

A cinomose canina tem uma distribuição mundial e é especialmente importante para cães domésticos devido aos altos índices de óbito associados a ela. A doença geralmente afeta animais jovens não vacinados, mas também pode ocorrer em cães adultos e idosos imunossuprimidos.

Transmissão

A cinomose canina é transmitida por contato com secreções de animais infectados, incluindo aerossóis, secreção oro-nasal, placenta, exsudatos conjuntivais, urina e fezes. O vírus é altamente contagioso e pode ser facilmente espalhado em ambientes com múltiplos animais.

Sintomas

Os sintomas da cinomose canina podem variar desde sintomas inespecíficos, como manifestações gastrointestinais e respiratórias, até sintomas neurológicos graves, incluindo inclinações da cabeça, convulsões, nistagmo, paralisia, andar compulsivo, mioclonia, tremores e cegueira. Alguns animais também podem apresentar hiperqueratose nos coxins e nas narinas.

Diagnóstico

O diagnóstico da cinomose canina é realizado com base em exames físicos, anamnese e exames complementares. Os testes laboratoriais, incluindo testes de ELISA, Imunocromatográficos e RT-PCR, podem ser utilizados para confirmar a presença do vírus.

Tratamento

O tratamento da cinomose canina é sintomático e deve ser avaliado de acordo com a evolução da doença. É importante que os proprietários consultem um médico veterinário para determinar o tratamento mais adequado para o seu animal. O tratamento pode incluir o uso de antibióticos, anticonvulsivantes, anti-inflamatórios e terapia de suporte, como hidratação e nutrição adequadas.

Prevenção da Cinomose Canina

A prevenção da cinomose canina inclui a vacinação e o reforço anual, o isolamento de animais infectados e a higienização ambiental adequada. É importante que os proprietários sigam as recomendações do seu médico veterinário para garantir que seus animais estejam protegidos contra a doença.

Em resumo, a cinomose canina é uma doença infecciosa grave que pode ser evitada com medidas de prevenção adequadas, incluindo a vacinação e a higienização ambiental adequada. Se o seu animal apresentar sintomas suspeitos de cinomose canina, é importante consultar um médico veterinário o mais rápido possível para garantir o tratamento adequado e evitar complicações graves.

Autor(a) deste post:

Compartilhe este post

Artigos Recentes:

Você também pode gostar de: